Ex-governador diz que Farc não estão derrotadas e que única saída é o diálogo

Villavicencio (Colômbia), 3 fev (EFE).- O ex-governador do departamento (estado) colombiano de Meta Alan Jara, libertado hoje pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), disse que o grupo guerrilheiro não está derrotado e tem muitos integrantes, e que a única solução para o conflito no país é o diálogo político.

EFE |

Em entrevista coletiva na cidade de Villavicencio, para onde foi levado por uma missão humanitária integrada pela Cruz Vermelha e a senadora Piedad Córdoba, Jara disse que a decisão das Farc de libertar seis reféns de forma unilateral "pode indicar um rumo político".

"As Farc não estão debilitadas em nada (...). Lá há muitos, a maioria jovens", disse sobre a experiência que teve em sua convivência com os guerrilheiros na selva.

"Não vejo outra saída, senão negociar", frisou o ex-governador, que contou como foi sequestrado em 15 de julho de 2001, quando voltada da inauguração de uma ponte numa aldeia de Meta num veículo das Nações Unidas. EFE erm/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG