Washington, 4 dez (EFE) - O ex-governador de Nova York Eliot Spitzer, que foi forçado a renunciar em março após vir a público seu relacionamento com uma prostituta, acaba de estrear como colunista de economia da revista virtual Slate. A primeira coluna semanal de Spitzer que aparece hoje na revista, propriedade do jornal The Washington Post, tem como título Too Big not to Fail (algo como Grande Demais para não Fracassar) e critica o resgate por parte do Governo das grandes instituições financeiras. Spitzer lamenta que o Governo americano esteja se dedicando a reconstruir o mesmo edifício que acaba de desmoronar e que nenhum dos investimentos tenha resolvido os problemas estruturais que fizeram com que os Estados Unidos estejam perdendo poder. O ex-governador de Nova York culpa por essa mudança de poder fatores como o grande déficit comercial dos Estados Unidos, as baixas taxas de poupança e a estagnação da classe média. Denuncia também o fato de ter sido permitido a aparição de gigantes financeiros aos quais é arriscado demais deixar cair. A solução do ex-governador seria deixar que o mercado volte a operar, o que implica uma verdadeira competitividade com ganhadores e perdedores, companhias que desaparecem e diretores empresariais que podem perder, assim como ganhar. A isso se somaria um Governo que invista na competitividade a longo prazo do país, e não no que Spitzer qualifica como um modelo fracassado de concentração financeira e fra...

EFE tb/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.