Andrei Lugovoi, ex-agente da KGB buscado pela Grã-Bretanha pelo envenenamento com material radioativo do dissidente russo Alexander Litvinenko, pode ser candidato a prefeito de Sochi, que será sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2014.

Lugovoi, procurado pelo assassinato Litvinenko com polônio em 2006 em Londres, seria um "bom candidato", afirmou uma porta-voz do Partido Democrático Liberal (LDPR, nacionalista).

Lugovoi, ex-agente dos serviços secreto da KGB e que foi segurança no Kremlin pós-URSS, nega envolvimento na morte de Litvinenko.

Desde que a Grã-Bretanha pediu sua extradição, o espião passou a ter uma importante presença pública na Rússia. Em 2007 se tornou parlamentar e Moscou sua recusa a autorizar a extradição.

Litvinenko, um ex-agente russo crítico do regime do então presidente Vladimir Putin, morreu em consequência de um envenenamiento com polônio 210, uma substância pouco comum e altamente radioativa, em 23 de novembro de 2006 em Londres.

Pouco antes de ficar gravemente doente, Litvinenko tomou chá com Lugovoi em um hotel londrino.

ao/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.