Phnom Penh, 3 abril (EFE).- Dois soldados cambojanos e um tailandês morreram hoje em um combate travado por tropas de ambos os países em uma área da fronteira próxima às ruínas do templo de Preah Vihear, cuja soberania ambos disputam.

Pelo menos outros sete soldados do Exército da Tailândia ficaram feridos durante o confronto, disse à imprensa Seni Chittakasem, governador da província tailandesa de Se Sa Ket, contígua com o Camboja.

Por sua parte, o ministro da Informação cambojano, Khieu Khanarith, afirmou que dois soldados de seu país morreram durante o conflito, com fuzis e mísseis.

Segundi as Forças Armadas do Camboja, o confronto começou no início da manhã quando soldados tailandeses ultrapassaram a fronteira.

Em Bangcoc, o chefe do Exército da Tailândia, general Anupong Paochinda, disse à imprensa, que o enfrentamento ocorreu devido a um "mal-entendido" entre os oficiais de menor categoria das forças mobilizadas em torno de Preah Vihear.

Na quarta-feira, o primeiro-ministro do Camboja, Hun Sen, ameaçou a Tailândia com uma ação militar, caso as tropas do país vizinho cruzassem de novo a fronteira, onde são comuns os confrontos armados. EFE jcp/jp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.