Exército turco pede calma e garante respeito à Constituição

Ancara, 25 fev (EFE).- A cúpula do Exército turco, em resposta à detenção de vários militares acusados de preparar um golpe de Estado, pediu calma ao país nesta quinta-feira e prometeu respeitar a Constituição.

EFE |

O chefe do Estado-Maior, general Ilker Basbug, ressaltou que "o povo precisa ter certeza de que os assuntos pendentes serão solucionados dentro do marco constitucional e das leis".

Basburg fez essa declaração após uma reunião de três horas com o primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan e o presidente Abdullah Gül.

No encontro, os três analisaram a situação no país após a detenção, na última segunda-feira, de 49 oficiais acusados de preparar um golpe de Estado. EFE Dt/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG