Exército turco diz ter matado mais de 150 rebeldes curdos

ANCARA - O Exército da Turquia matou mais de 150 rebeldes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) no norte do Iraque em ataques aéreos na quinta e na sexta-feira, informou neste sábado o Estado-Maior turco em comunicado na Internet. Segundo o Exército, todos os alvos do PKK na região de Qandil foram destruídos na operação. Membros graduados do PKK podem estar entre os mortos, acrescentou.

Reuters |

AFP
Mulher curda em vilarejo que foi atacado pela Turquia
'Foi detectado que mais de 150 terroristas foram deixados inoperantes e que a operação causou um grande pânico entre os membros da organização terrorista', disse o comunicado. O Exército turco usa o termo 'inoperante' com o significado de 'morto'.

Aviões turcos bombardearam alvos curdos no norte do Iraque na quinta e na sexta-feira. O exército aumentou os ataques contra alvos do PKK nas últimas semanas, junto com operações na Turquia.

Em fevereiro, tropas turcas conduziram uma incursão de larga escala além da fronteira.

O PKK usa o norte do Iraque como base para preparar ataques em território turco. A Turquia culpa o PKK, que luta por um território para a etnia no sudeste turco, pela morte de mais de 40.000 pessoas.

Os Estados Unidos e a União Européia consideram o PKK como uma organização terrorista.

    Leia tudo sobre: curdos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG