Exército tailandês reforça fronteira com o Camboja antes das conversas de paz

Bangcoc, 16 out (EFE).- O Exército da Tailândia desdobrou hoje tropas de reforço na fronteira com o Camboja, enquanto chefes militares de ambos os países se preparam para manter conversas a fim de evitar que o confronto da véspera desemboque em um conflito bélico.

EFE |

O desdobramento de várias centenas de soldados de forças especiais tailandesas tem lugar um dia depois que dois militares cambojanos morreram e sete tailandeses ficaram feridos durante a troca de fogo de artilharia e disparos de armas leves.

As tropas da Tailândia e Camboja se enfrentaram após quatro meses de tensão causada pela disputa que mantêm pela soberania de uma região situada em torno das ruínas do templo de Preah Vihear, legado arquitetônico do antigo império khmer.

O tenente-general Viboonsak Neepal, segundo chefe do comando militar da região leste da Tailândia, se deslocou até a fronteira para supervisionar o desdobramento e as medidas de segurança adotadas para proteger a população civil que mora na região próxima ao Camboja.

Do outro lado da fronteira tailandesa, umas centenas de civis cambojanos se somavam àqueles que na quarta-feira passada abandonaram seus lares por medo de se transformarem em vítimas das hostilidades.

Em Phnom Penh, o ministro cambojano de Assuntos Exteriores, Hor Namhong, confirmou que delegações dos dois países formadas por chefes militares destacados na região disputada, tinham previsto se reunir hoje, para tentar abrir caminho para as negociações. EFE grc/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG