Exército suspende operações no noroeste do Paquistão até fim do Ramadã

Islamabad, 30 ago (EFE) - O Exército paquistanês suspenderá, a partir de amanhã e até o fim do Ramadã, todas as operações militares contra os insurgentes que estão sendo desenvolvidas no noroeste do país, informou hoje o conselheiro do Interior, Rehman Malik.

EFE |

Em entrevista coletiva concedida em Lahore (leste), Malik afirmou que as forças de segurança interromperão suas ofensivas para "respeitar o mês sagrado" e "permitir aos aldeões celebrá-lo em paz".

Malik explicou que, "a partir de 31 de agosto e até 2 de outubro, a ação militar será suspensa", mas acrescentou que o Exército se reserva "o direito de responder caso seja atacado pelos insurgentes".

Além disso, o porta-voz do Exército Murad Khan disse à Agência Efe que "as forças de segurança cumprirão a ordem do Governo" de deter as ofensivas militares.

"Todas as ações que empreendemos são sob supervisão do Ministério do Interior e do Governo", especificou Khan.

As forças de segurança iniciaram no final de junho várias operações militares em demarcações da Província da Fronteira do Noroeste (NWFP) e na faixa tribal adjacente fronteiriça com o Afeganistão.

As ações militares começaram depois do fracasso das negociações de paz com os talibãs locais e outros grupos fundamentalistas.

Atualmente, o Exército desenvolve operações no vale do Swat (norte), onde na sexta-feira morreram pelo menos 30 fundamentalistas em um bombardeio aéreo, e no distrito tribal de Bajaur, bastião da insurgência talibã. EFE igb/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG