Lima, 16 mar (EFE).- Sete supostos integrantes do Sendero Luminoso foram capturados na região de Vizcatán, no sul do Peru, considerado o último reduto do grupo terrorista, informaram nesta segunda-feira fontes das Forças Armadas locais.

Segundo um comunicado do Comando Conjunto das Forças Armadas, a captura aconteceu nesta segunda, como parte de suas operações "de busca e consolidação", após "a conquista total e definitiva da região Vizcatán".

De acordo com os militares, a tomada total do reduto subversivo ocorreu na sexta-feira passada.

Vizcatán é uma região no meio da selva na zona dos vales dos rios Apurímac e Jan, considerado o último reduto do Sendero Luminoso.

O lugar, onde se calcula que estejam cerca de 300 membros dos remanescentes terroristas, foi atacado desde agosto passado pelas forças especiais do Exército, da Marinha e da Força Aérea.

O Sendero Luminoso foi derrotado militar e politicamente em 1992 com a captura de seu fundador, Abimael Guzmán, e de toda sua cúpula, embora um grupo de seus seguidores tenha se negado a acatar uma chamada de paz do líder e desde então se desloque pelas selvas do centro e do sul do país. EFE dub/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.