Exército peruano captura chefe do Sendero Luminoso

Lima, 2 mai (EFE).- O Exército peruano capturou um chefe do grupo armado Sendero Luminoso durante uma operação realizada hoje na cidade de Aucayacu, na região central de Huánuco.

EFE |

Trata-se de Alejo Teodosio Maylle Tolentino, apelidado "Camarada Rocky", com quem foi apreendida uma série de manuscritos, desenhos estratégicos e anotações vinculadas à organização, segundo um comunicado do Comando Conjunto das Forças Armadas.

As autoridades peruanas disseram que Maylle era o segundo homem na hierarquia do comando de uma coluna do Sendero Luminoso que atua no vale do Alto Huallaga, ao qual pertence Aucayacu.

De acordo com as Forças Armadas do Peru, ele agia sob as ordens do "camarada Artemio", único dirigente histórico da organização terrorista em liberdade.

Os remanescentes do Sendero Luminoso, que segundo a Comissão da Verdade e a Reconciliação é responsável por mais da metade dos 69 mil mortos durante os anos do terrorismo (1990-2000), desconheceram o cessar-fogo ordenado por seu fundador, Abimael Guzmán, após sua captura junto com a cúpula do grupo maoísta em 1992.

Segundo as autoridades peruanas, remanescentes terroristas que atuam no Alto Huallaga (centro e nordeste) às ordens de "Artemio" e no Vale dos Rios Apurímac e Jan (Vrae), no sul do Peru, sob o comando do "camarada José" e do "camarada Alipio", se aliaram a máfias de narcotraficantes. EFE watt/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG