Exército paquistanês mata 23 insurgentes em operação no norte do país

Islamabad, 10 jun (EFE).- O Exército paquistanês matou 23 insurgentes durante as últimas 24 horas no vale do Swat, principal cenário de suas operações contra os talibãs no norte do país, informou hoje o comando militar, em comunicado.

EFE |

Segundo o Exército, os enfrentamentos com os fundamentalistas em várias zonas do vale resultaram na morte de 23 "terroristas" e dois soldados, enquanto outros 12 militares ficaram feridos.

Um líder talibã identificado como Wali Ullah se rendeu ao Exército, segundo a nota.

Desde que se iniciou a ofensiva militar, no final de abril, mais de 1.300 fundamentalistas e uma centena de soldados foram mortos nos distritos de Bajo Dir, Buner, Shangla e o próprio Swat, que pertencem à divisão regional de Malakand.

Ontem, as forças de segurança iniciaram também uma operação a noroeste de Bannu, onde entre 600 e 800 insurgentes planejam atentados em outras regiões do Paquistão, segundo o Exército.

A imprensa paquistanesa informou hoje a morte de mais de 70 fundamentalistas em Bannu, desde ontem, mas o porta-voz evitou oferecer um número exato.

"Temos invadido seus refúgios com artilharia. Suponho que haverá mortos. Mas por enquanto não tenho nenhum dado para oferecer", disse. EFE igb/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG