Exército paquistanês diz ter matado 135 insurgentes em ofensiva de 10 dias

Islamabad, 10 set (EFE).- O Exército paquistanês assegurou hoje ter matado 135 fundamentalistas nos últimos dez dias, em uma operação contra um grupo ligado aos talibãs na região tribal de Khyber, no noroeste do país.

EFE |

Em comunicado, o comando militar garantiu que as tropas permanecerão na região, onde se encontra a principal passagem terrestre para o Afeganistão, até que a situação se estabilize.

O comando assegurou que as forças de segurança mataram "135 terroristas, incluindo vários líderes locais" e destruíram 19 complexos de treinamento e 119 casas de insurgentes, desde o dia 1º de setembro, em Khyber.

Os dados oferecidos pelo Exército não têm comprovação independente e não incluem civis.

As tropas também expropriaram "grandes quantidades" de armamento e munição no período, além de equipamentos técnicos e carregamentos de haxixes e ópio, segundo a nota.

Um contingente adicional das forças da guarda de fronteiras permanecerá na região até que "a situação se estabilize e volte à normalidade", disse o comando militar.

A operação por terra e ar do corpo paramilitar tem como alvo principal o grupo extremista islâmico Lashkar-e-Islam (LI).

O LI é uma organização vinculada à insurgência talibã, com amplo histórico criminoso e grande influência em Khyber. EFE igb/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG