Exército mata líder da Al Qaeda no Iraque

Bagdá, 13 out (EFE).- Saleh Amhad Ali, um dos líderes da rede terrorista Al Qaeda no Iraque, morreu hoje em uma operação militar na província de Ninive, no sul do país, informou o Ministério do Interior iraquiano.

EFE |

Ali, que era chamado de "ministro da guerra" da organização radical Estado Islâmico do Iraque, vinculada à Al Qaeda, morreu em uma operação executada por forças do Exército iraquiano na aldeia de Al Zaftiya, ao sul de Mossul, capital de Ninive, informou o Ministério em comunicado.

A nota diz ainda que em outra operação militar no bairro Al Arabi de Mossul foram detidos quatro indivíduos suspeitos de pertencer ao Estado Islâmico do Iraque.

Outro suposto extremista, acusado de estar envolvido em assassinatos e seqüestros na cidade de Tal Afar, também em Ninive, foi capturado em Mossul.

As operações acontecem em meio a uma ampla campanha que milhares de soldados iraquianos começaram em maio passado contra a Al Qaeda em Ninive. EFE am/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG