Exército mata ao menos 10 rebeldes nas Filipinas

Zamboanga (Filipinas), 12 ago (EFE).- Pelo menos dez membros do grupo radical islâmico Abu Sayyaf foram mortos hoje pelo Exército filipino nas selvas do sul do país, segundo fontes militares.

EFE |

Um grupo de soldados atacou uma base rebelde na ilha de Basilan, 980 quilômetros ao sul da capital. O confronto na região ainda não terminou, destacou a tenente Stefani Cacho, que não falou de mortos entre as tropas.

Os soldados já recolheram os corpos de dez guerrilheiros e apreenderam explosivos e cerca de dez fuzis de assalto.

Fundado em 1991 por ex-combatentes da guerra entre o Afeganistão a União Soviética, o Abu Sayyaf está ligado à Jemaah Islamiya, o braço da Al Qaeda no Sudeste Asiático.

Considerado um grupo terrorista pelos Governos das Filipinas e dos Estados Unidos, o grupo é acusado de inúmeros sequestros e de vários ataques sangrentos nos últimos anos. EFE rp/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG