Exército mata 66 insurgentes em ofensivas no Paquistão

Islamabad, 11 jun (EFE).- O Exército paquistanês matou 66 insurgentes em ofensivas aéreas e combates registrados nas últimas 24 horas em vários pontos do conflituoso norte do país, onde também morreram quatro soldados e um civil, informou hoje o comando militar.

EFE |

As tropas continuaram sua operação militar na demarcação noroeste de Bannu, onde 34 "terroristas" morreram e outros três foram detidos, segundo um comunicado.

De acordo com a versão militar, um civil morreu por causa de um ataque com foguetes cometido pelos fundamentalistas nesse distrito.

Em Waziristão do Sul, o Exército matou nas últimas horas 22 fundamentalistas, em combates que começaram depois que um grupo de cerca de 400 insurgentes atacou um forte militar e posições das forças de segurança nas zonas de Sitaploi e Jandola.

Os confrontos causaram também a morte de três soldados, segundo a nota.

No conflituoso Vale de Swat, principal cenário da ofensiva em grande escala contra os talibãs iniciada semanas atrás pelo Exército paquistanês, dez fundamentalistas morreram e outros seis foram detidos.

O secretário da Defesa paquistanês, Athar Ali, situou hoje em 1,4 mil o número de insurgentes mortos em Malakand desde o início das hostilidades, no final de abril, informou o canal privado "Geo TV".

Os combates também causaram a morte de mais de cem militares. EFE igb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG