Exército libanês reforça segurança após ataque de parentes de traficantes

Beirute, 28 mar (EFE).- O Exército libanês reforçou hoje as medidas de segurança no leste do país após um ataque sofrido na sexta-feira à noite por uma de suas unidades e que deixou três feridos, informou a imprensa local.

EFE |

Parentes de dois traficantes que tinham morrido horas antes em um posto policial atiraram, na noite de sexta, uma granada contra um veículo do Exército quando os corpos foram levados a uma aldeia.

Os mortos seriam o suposto barão da droga Ali Abbas Jaafar, contra quem há 172 ordens de detenção, e seu cúmplice, Ali Mohamad Jaafar. As acusações incluem tráfico de entorpecentes, tentativa de assassinato de militares e civis e uso de documentos falsos.

Eles morreram na sexta-feira quando vários soldados atiraram contra seu veículo, que não parou em um posto de controle. Segundo as autoridades, os traficantes viajavam em um carro roubado e, em seu interior, foram encontradas granadas, munição e haxixe. EFE ks/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG