Exército libanês dispara após violação israelense de espaço aéreo

Beirute, 29 dez (EFE).- O Exército libanês disparou hoje contra vários aviões israelenses que violaram o espaço aéreo do Líbano onde realizaram uma simulação de ataque contra várias áreas do sul do país, segundo a imprensa local.

EFE |

As baterias antiaéreas do Exército entraram em ação contra aparelhos israelenses que sobrevoavam a baixa altitude as regiões meridionais de Nabatiyeh, Iqlim el-Tufah, Marjeyoun e Jezin.

Estes fatos coincidem com a informação publicada hoje pelo jornal libanês "An Nahar", que afirma que Israel alcançou um acordo com a Força Interina das Nações Unidas no Líbano (Finul) para se retirar do último território libanês que mantém ocupado desde o conflito de 2006.

Segundo o jornal, os israelenses sairão da parte norte da aldeia de Gajar, de acordo com a resolução do Conselho de Segurança da ONU 1.701.

Na ofensiva militar que lançou em todo o território libanês contra o Hisbolá, Israel ocupou parte do sul do país, incluindo a parte do norte de Gajar, localidade divida pela linha azul marcada pela ONU em 2000, após a retirada israelense do Líbano.

Aparentemente, segundo o acordo, que ainda não foi confirmado oficialmente, após a saída da parte de Gajar ocupada, serão posicionados 12 capacetes azuis suplementares e três soldados libaneses na zona. EFE ks-jfu/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG