Islamabad, 23 mai (EFE).- O Exército do Paquistão anunciou hoje o começo da fase mais importante de sua operação contra os insurgentes no norte do Paquistão, onde as tropas iniciaram uma ofensiva para retomar o controle do principal povoado do Vale do Swat.

Nessa cidade, Mingora, as forças de segurança enfrentam de 300 a 400 insurgentes que plantaram minas e utilizam a civis como escudos humanos, anunciou o porta-voz do Exército, Athar Abbas, numa entrevista coletiva televisionada pelos canais do país.

"Hoje começou a fase mais importante da operação" contra a insurgência talibã no norte do Paquistão, disse Abbas, que comunicou a morte de 17 fundamentalistas nas últimas 24 horas, 12 delas no Vale do Swat e cinco na vizinha Dir.

Segundo Abbas, as tropas paquistanesas avançaram sobre Mingora, conseguindo se estabelecer em algumas regiões e tomando uma estação de comunicações e três centros de distribuição dos insurgentes.

Além disso, as forças de segurança atacaram uma escola tomada pelos fundamentalistas, destruíram um veículo carregado de explosivos e mataram um terrorista suicida. No momento, os soldados vasculham rua por rua atrás dde rebeldes.

A batalha por Mingora, capital comercial do Swat, é considerada por analistas como essencial na ofensiva que o Exército iniciou no fim de abril na divisão regional de Malakand, que causou a morte de quase 1,1 mil insurgentes e de aproximadamente 50 militares, segundo cálculos do Exército.

No entanto, as forças de segurança ainda têm muitas outras frentes em aberto, tanto no vale como em distritos vizinhos, sobre os quais os talibãs avançaram em abril, levando o Governo a romper o acordo de paz.

Hoje, um porta-voz afirmou que o Exército conseguiu "avanços substanciais" na região de Peochar, reduto do líder máximo dos talibãs no Vale do Swat, o mulá Fazlulá, e na vizinha região de Matta.

De acordo com sua versão, muitos militantes estão fugindo destas áreas. EFE igb/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.