Exército lança ofensiva terrestre contra Taleban e Al-Qaeda

Milhares de soldados paquistaneses, apoiados por tanques e artilharia, deram início neste sábado a uma ofensiva terrestre contra a Al-Qaeda e o Taleban na província do Wazaristão do Sul, perto da fronteira com o Afeganistão.

BBC Brasil |

Segundo autoridades locais, 30 mil soldados foram enviados à região, onde o líder do Taleban no Paquistão, Hakimullah Meshud, está baseado.


Mais de 30 mil soldados foram enviados à região dominada pelo Taleban / AP

Ainda segundo as mesmas fontes, o Taleban estaria resistindo à chegada das tropas paquistanesas pelo norte, leste e oeste e dezenas de mortes já teriam sido registradas nos dois lados.

A autoridades também informaram que a comunicação na área teria sido interrompida depois que o Taleban destruiu a torre de telecomunicações de Tiarza.

Milhares de civis já fugiram, mas muitos ainda encontram dificuldades para deixar a região porque os militares teriam bloqueado várias estradas.

A operação terrestre acontece após semanas de ataques aéreos e de artilharia contra alvos dos insurgentes perto da fronteira com o Afeganistão e depois de semanas marcadas por atentados suicidas que deixaram mais de cento e cinqüenta mortos em várias cidades do país.

O governo paquistanês vem sendo pressionado pelos Estados Unidos para combater a militância extremista nesta região do país.

O Wazaristão do Norte e do Sul viraram redutos dos insurgentes, que de lá lançam ataques contra o noroeste do Paquistão e partes do leste do Afeganistão.

O Wazaristão do Sul é considerado o primeiro "santuário" para militantes islâmicos fora do Afeganistão desde os atentados de 11 de setembro. O local conta com inúmeros campos de treinamento para militantes suicidas.

Leia mais sobre Paquistão

    Leia tudo sobre: paquistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG