Exército israelense mata miliciano palestino e realiza incursão em Gaza

Jerusalém, 15 abr (EFE).- Um miliciano da Frente Democrática a Libertação da Palestina (FDLP) morreu em um ataque aéreo israelense na noite desta segunda-feira em Gaza, onde hoje o Exército israelense realizou uma incursão terrestre, informaram fontes do Estado judeu.

EFE |

O Exército israelense anunciou ter matado ontem à noite em um bombardeio aéreo o chefe do braço armado da FDLP, Ibrahim Abu Olba, quando ele caminhava pela localidade de Beit Lahiya, no norte de Gaza.

As testemunhas relataram que um avião não-tripulado israelense disparou um foguete contra o miliciano, matando Olba e ferindo dois civis.

O FDLP comunicou em uma circular a morte do miliciano, mas em nenhum momento lhe atribuiu a categoria de principal líder de seu braço armado, como sustenta o Exército israelense.

O Exército diz em sua nota que Olba estava envolvido em diversas tentativas de ataque contra alvos civis em Israel, entre eles um em 25 de agosto de 2007 na comunidade rural de Netiv Haasara.

Além disso, responsabilizou o combatente pelo lançamento de foguetes contra localidades israelenses vizinhas à faixa.

Além disso, forças militares israelenses realizaram na manhã de hoje uma incursão militar no centro da Faixa de Gaza, o que desencadeou intensas trocas de tiros com milicianos locais.

Um porta-voz militar confirmou à Agência Efe que o Exército "realiza uma operação no centro de Gaza e que foram registradas trocas de tiros".

"Milicianos dispararam foguetes antitanque e bombas contra a força, que respondeu e atingiu os milicianos", acrescentou.

Por enquanto, nenhuma fonte palestina confirmou a existência de vítimas nos enfrentamentos de hoje. EFE elb/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG