Exército israelense impede acesso à Gaza a uma delegação diplomática européia

Jerusalém, 13 nov (EFE).- O Exército israelense impediu hoje o acesso à Faixa de Gaza de uma delegação diplomática da União Européia (UE) que tinha previsto supervisionar o desenvolvimento de diversos projetos de cooperação nesse território palestino.

EFE |

Fontes da delegação disseram á Agência Efe que os militares israelenses argumentaram no posto fronteiriço de Erez que a decisão era baseada em considerações de "segurança".

A missão da UE era formada por cerca de 30 pessoas, entre elas vários embaixadores europeus credenciados diante da Autoridade Nacional Palestina (ANP).

A proibição aconteceu menos de 24 horas depois que tropas israelenses protagonizaram ontem uma discussão na cidade palestina de Hebron, na Cisjordânia ocupada por Israel, com outro grupo de representantes diplomáticos credenciados na ANP.

Neste incidente, os soldados israelenses obrigaram a delegação diplomática - a pedido dos colonos da cidade -, a mudar o itinerário de uma visita que realizava por Hebron.

A mudança de itinerário aconteceu após uma "forte discussão, durante a qual houve alguns empurrões, embora a coisa não tenha se tornado maior", segundo as fontes. EFE amg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG