Exército iraquiano mata três camicases e prende três líderes da Al-Qaeda

O Exército iraquiano invadiu na noite desta quarta-feira duas casas da província de Diyala (nordeste de Bagdá), matando três terroristas camicases e prendendo três importantes líderes da Al-Qaeda, informou à AFP o ministério da Defesa.

AFP |

"As forças iraquianas mataram três terroristas que tinham cinturões de explosivos", declarou o general Mohammed al-Askari, porta-voz do ministério.

Segundo Askari, os soldados iraquianos invadiram uma casa do distrito de Kanaan, na província de Diyala, em busca de "líderes da Al-Qaeda". "Prendemos três, que eram procurados e considerados muito perigosos", disse o porta-voz iraquiano, sem dar mais detalhes sobre estes supostos membros da rede terrorista.

O Exército atacou em seguida uma segunda casa, "onde vários camicases estavam escondidos". "Três terroristas equipados com cinturões de explosivos foram mortos", destacou Askari. Os militares também apreenderam uma dezena de bombas, seis veículos e armas diversas, acrescentou o general.

Em meados de agosto, as forças iraquianas foram atacadas por "terroristas ligados à Al-Qaeda" em Kanaan, cerca de 10 km ao norte de Baaquba, a capital da província de Diyala.

Cinco "terroristas" morreram durante os confrontos e 20 pessoas foram detidas.

Depois desta operação, o Exército iraquiano encontrou uma aldeia com dezenas de casas abandonadas, onde os membros da Al-Qaeda haviam colocado bombas.

str/yw/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG