As forças de segurança iraquianas libertaram neste domingo 42 estudantes seqüestrados poucas horas antes por homens armados em Mossul (norte), informou o general Khaled Abdul Sattar, porta-voz do Exército nessa cidade.

"Libertamos os estudantes seqüestrados esta manhã ao sul de Mossul", disse o militar à AFP, sem dar maiores detalhes sobre a operação.

Os estudantes viajavam em dois ônibus que foram interceptados por caminhões equipados com metralhadoras 30 km ao sul de Mossul, próximo à cidade de Jurm.

Um ônibus conseguiu furar o bloqueio e foi atingido por disparos que feriram três passageiros.

Mas o outro ônibus foi retido e seus 42 passageiros foram forçados a subir em um dos caminhões dos seqüestradores.

Os estudantes vinham de Ash Sahrqat, cidade localizada 70 km ao sul de Mossul.

Mossul, capital da província de Nínive, 370 km ao norte de Bagdá, é considerada pelo comando militar norte-americano o epicentro da luta contra a rede fundamentalista islâmica al-Qaeda.

É uma das cidades mais perigosas do país, que nos últimos meses foi cenário de diversos atentados e ataques de grande envergadura.

str-hba/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.