Exército dos EUA mata 5 supostos milicianos xiitas em Bagdá

Bagdá, 21 abr (EFE).- Tropas americanas mataram cinco supostos milicianos xiitas e feriram outros 11 no bairro de Cidade de Sadr, no leste de Bagdá, enquanto outros dois civis morreram por um ataque no bairro de Kazimiya, segundo o Exército dos Estados Unidos.

EFE |

Em comunicado divulgado hoje, o comando militar americano assegura que os supostos "criminosos" perderam a vida em uma série de ações no domingo à tarde contra o que os EUA denominam como "grupos especiais", em referência às milícias xiitas apoiadas pelo Irã.

Segundo a nota, dois "criminosos" morreram após terem sido descobertos por soldados americanos descarregando foguetes em dois prédios do bairro xiita, diante do que um aparelho não-tripulado disparou um míssil Hellfire, que os matou.

Mais tarde, outro míssil Hellfire matou dois "criminosos" que supostamente transportavam armamento em um veículo 4x4.

O quinto suposto miliciano perdeu a vida em uma troca de tiros com soldados americanos, diz o comunicado.

Cidade de Sadr se transformou nas últimas semanas no principal foco da operação conjunta iraquiana-americana contra a milícia xiita do "Exército Mehdi", leal ao clérigo Moqtada al-Sadr.

Este ameaçou na noite do sábado começar uma "guerra aberta" se a ofensiva contra sua milícia não for detida. EFE am-nq-er/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG