Washington, 20 jul (EFE).- O secretário de Defesa americano, Robert Gates, anunciou hoje que o Exército dos Estados Unidos aumentará em 22 mil o número de soldados ao longo de três anos, com o objetivo de cobrir as operações em Afeganistão e Iraque.

Atualmente, o Exército dos EUA tem um contingente de 547 mil soldados e o aumento levará a tropa a ter 569 mil nos próximos três anos.

O Exército e a Infantaria da Marinha, que tem um contingente de 180 mil soldados, são as duas forças mais comprometidas com os conflitos que os EUA têm aberto no Afeganistão, desde outubro de 2001, e no Iraque, desde março de 2003.

Gates fez o anúncio em coletiva de imprensa no Pentágono durante a qual esteve acompanhado pelo chefe do Estado-Maior Conjunto, o almirante Mike Mullen.

O secretário disse ter o apoio do presidente Barack Obama para a medida, que permitirá que o Exército agregue 21 mil soldados aos 35 mil que já têm no Afeganistão.

Durante sua campanha presidencial em 2008, quando havia no Iraque quase 160 mil soldados americanos, Obama prometeu que reduziria a presença militar no Iraque em 16 meses. Desde então, ordenou o retorno de duas brigadas do Iraque, e enviou três ao Afeganistão.

EFE jab/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.