Exército do Sri Lanka cerca guerrilheiros tâmeis

Nova Délhi, 5 mai (EFE).- A guerrilha tâmil controla apenas 4,5 quilômetros quadrados de território no nordeste do Sri Lanka, após os últimos avanços e ataques do Exército, informou hoje à Agência Efe um porta-voz militar.

EFE |

"Eles estão em apenas 4,5 quilômetros quadrados e lutando talvez com menos de 500 guerrilheiros. Calculamos que a cada dia morrem em média entre 10 e 15 deles em ações contra o Exército", disse à Efe o porta-voz Udaya Nanayakkara.

Em comunicado, o Ministério da Defesa assegurou que as tropas empreenderam uma manobra em três frentes (norte, oeste e sul) para resgatar os civis na área sob controle da guerrilha, uma faixa litorânea.

No local estão a direção dos Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE) e dezenas de milhares de civis (50 mil, segundo a ONU, e 15 mil, de acordo com o Governo) que sofrem em péssimas condições humanitárias com os bombardeios do Exército e a repressão dos rebeldes.

"Os terroristas sofreram um forte revés por parte das forças de segurança e se encontram em total desorganização, com perdas sucessivas de território e combatentes", assegurou o Ministério.

Segundo o Governo, os avanços das tropas acontecem "com a maior moderação (...) para evitar qualquer tipo de baixas civis".

O Governo do Sri Lanka recebe há semanas fortes pressões da comunidade internacional para que suspenda sua ofensiva e leve em conta os civis na zona de conflito, mas por enquanto os esforços foram infrutíferos.

A guerrilha, muito enfraquecida após a ofensiva militar iniciada em 2007, foi acusada pela ONU de utilizar crianças em sua tentativa de resistir aos ataques do Exército, muito mais numeroso e melhor armado. EFE daa/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG