Exército do Sri Lanka avança sobre rebeldes e tâmeis fazem acusações

O Exército do Sri Lanka se apoderou nesta terça-feira de mais um território dos tigres tâmeis, pouco antes do fim do ultimato do governo para a rendição dos rebeldes, que acusaram os militares pela morte de mais de 1.000 civis nos combates de segunda-feira para conquistar o último enclave dos separatistas.

AFP |

As tropas governamentais avançaram no território rebelde e dividiram em duas a última zona sob controle dos Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE), na região nordeste da ilha, informou o ministério da Defesa.

"A 58ª divisão do Exército cingalês entrou nesta manhã nas aldeias de Putumathalan e Amapalavanpokkanai, uma zona supostamente desmilitarizada mas controlada de fato pela guerrilha", afirma um comunicado oficial.

Ao mesmo tempo, os LTTE acusaram o Exército de matar mais de 1.00 civis e deixar 2.300 feridos nos confrontos de segunda-feira.

"E hoje (terça-feira) está acontecendo um banho sangue", afirma uma nota da guerrilha.

O ministério da Defesa rebateu as acusações e afirmou que nenhuma ação militar tem como alvo civis tâmeis no pequeño território de 15 quilômetros quadrados que ainda está nas mãos dos rebeldes.

Ao mesmo tempo que o Exército cingalês prossegue com a ofensiva, milhares de civis tâmeis fogem do último reduto rebelde.

mg/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG