Nova Délhi, 3 fev (EFE).- O Exército do Sri Lanka assumiu hoje o controle de um aeroporto usado pela guerrilha Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE) no distrito de Mullaitivu, norte, onde as tropas governamentais travam intensos combates contra os rebeldes.

Um comunicado do Ministério de Defesa cingalês afirma que a pista, parcialmente asfaltada, tem dois quilômetros de comprimento e poderia ser a última instalação aérea que permanecia sob controle da guerrilha.

A fonte acrescentou que o aeroporto, o sétimo capturado pelas tropas desde setembro, poderia ter sido utilizado pelos rebeldes como hangar após efetuar "bombardeios aéreos terroristas".

A captura das instalações acontece um dia depois que o Exército anunciou a conquista do suposto refúgio subterrâneo do líder dos "tigres" tâmeis, Velupillai Prabhakaran.

As tropas desenvolveram na segunda-feira um intenso combate na zona na qual se encontra o refúgio, e tiveram o apoio de aviões militares que bombardearam as posições dos rebeldes.

Pelo menos 20 membros dos LTTE morreram nos choques, afirmou o ministério em comunicado.

O bunker, um complexo fortificado, rodeado de um muro de concreto e construído cerca de 15 metros abaixo da terra, tem dois andares e está mobiliado.

O Exército acredita que o refúgio, que está situado em um campo de cultivo de cocos perto da estrada principal que une os municípios de Paranthan e Mullaitivu, foi utilizado como residência e campo de treinamento de Prabhakaran. EFE mb/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.