Exército detém chefe de frente das Farc que seqüestrou ex-parlamentar

Bogotá, 26 dez (EFE).- Uma suposta guerrilheira, comandante da facção das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) que manteve seqüestrado o ex-parlamentar Oscar Tulio Lizcano, que escapou de seu cativeiro em outubro passado, foi detida hoje na região centro-oeste do país, informaram fontes militares.

EFE |

O coronel Javier Hernán Gambo, comandante do batalhão Ayacucho em Manizales, capital do departamento (estado) de Caldas, comentou a jornalistas que foi detida a guerrilheira conhecida como "Ruby", na localidade de Riosucio, nesse território.

A operação, após desenvolvimento de trabalhos de inteligência, ocorreu em uma casa de aparência humilde na qual a rebelde dormiu durante os últimos dias, disse o alto oficial.

"Ruby", cujo verdadeiro nome é Marinelly Hernández Orozco, foi detida por soldados dessa guarnição e agentes do Corpo Técnico de Investigações (CTI) da Promotoria Pública colombiana.

A suposta rebelde das Farc comandava a facção "Aurelio Rodríguez", unidade de elite do principal grupo guerrilheiro do país e que atua em departamentos do centro-oeste.

Segundo o coronel Gamboa, as tropas e a Promotoria apreenderam com "Ruby" um computador portátil, duas granadas e duas pistolas.

A guerrilheira deve comparecer agora aos tribunais pelos crimes de homicídio, lesões pessoais agravadas, seqüestro, terrorismo e rebelião. EFE rrm/fr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG