Exército de Taiwan resgata 350 isolados por passagem de tufão

Taipé, 12 ago (EFE).- O Exército de Taiwan, em uma operação especial com mais de 20 helicópteros, resgatou 350 pessoas de aldeias que ficaram incomunicáveis após a passagem do tufão Morakot, no distrito de Pingtung, informou o Governo local em comunicado.

EFE |

As aldeias atingidas são Jiamu, Dawu, Ali e Yila, na comarca de Wutai, e Dewun, na região de Sandimen. Todas ficaram isoladas pelos danos em pontes e estradas que as uniam ao resto de Taiwan, devido às inundações e deslizamentos de terras provocados pelo tufão.

A região de Wutai tem população total de 600 pessoas e mais da metade já foi resgatada por helicópteros, segundo o Governo local.

O mau tempo atrapalha as operações de resgate e há perigo de novos deslizamentos nas regiões montanhosas da ilha.

Os militares também estão tentando resgatar cerca de 700 sobreviventes localizados em aldeias do distrito de Kaohsiung, incluindo Siaolin, como informou o diretor de Assuntos Políticos do Comando Militar, Chou Iene-chung.

Entre os sobreviventes localizados estão 200 da aldeia de Siaolin, soterrada após um deslizamento de terra, e onde ainda não se sabe com exatidão o número de pessoas ainda vivas.

O "Morakot" causou em Taiwan a morte de pelo menos 62 pessoas e o desaparecimento de ao menos outras 57, segundo as últimas informações do Centro Nacional de Emergências. EFE flp/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG