Exército de Resistência do Senhor mata 189 pessoas no nordeste da RDC

Kinshasa, 29 dez (EFE).- Rebeldes do Exército de Resistência do Senhor (LRA) mataram 189 pessoas no nordeste da República Democrática do Congo (RDC) desde o último dia 25, informou hoje o Escritório de Coordenação de Ajuda Humanitária da ONU (Ocha, em inglês).

EFE |

Em relatório divulgado em Kinshasa, capital da RDC, a Ocha informou que os massacres ocorreram no distrito de Alto Uele. Em 25 de dezembro os rebeldes assassinaram 40 pessoas na cidade de Faradje, e nos dias 26 e 27 mataram 89 em Doruma e outras 60 no povoado vizinho de Gurba, onde ainda queimaram 120 casas.

Anteriormente, a Missão das Nações Unidas na República Democrática do Congo (Monuc, em inglês) dissera que, no dia 14, 45 pessoas foram assassinadas com machetes também pelos rebeldes ugandenses do LRA em uma igreja do nordeste do país.

O chefe do LRA, Joseph Kony, se negou reiteradamente a assinar um acordo de paz com o Governo de Campala, que assegurou recentemente ter realizado um ataque aéreo contra o principal campo do LRA na selva do nordeste da RDC.

Já o porta-voz da LRA, David Nyekorach-Matsanga, afirmou a uma rádio patrocinada pela ONU, que gostaria de uma investigação independente para determinar a responsabilidade pelo massacre em Doruma. Ele responsabilizou o Exército ugandense. EFE py/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG