Exército de Israel mata oito em combates na Faixa de Gaza

Por Nidal Al Mughrabi GAZA (Reuters) - As forças israelenses mataram na sexta-feira quatro militantes e quatro civis palestinos, inclusive um menino de 11 anos, em ataques na Faixa de Gaza, segundo fontes do Hamas e de hospitais.

Reuters |

As operações ocorreram perto das localidades de El Bureij e Khan Younis.

O primeiro-ministro de Israel, Ehud Olmert, havia prometido reagir com mais ações militares ao ataque de militantes contra um terminal petrolífero na fronteira entre a Faixa de Gaza e Israel.

Tanques, soldados e helicópteros invadiram El Bureij, na parte central da Faixa de Gaza, em uma missão que uma porta-voz militar disse ser para 'perturbar a infra-estrutura terrorista e distanciar os terroristas da cerca fronteiriça'.

Autoridades palestinas disseram que as forças terrestres mataram quatro civis, inclusive um menino. Um míssil disparado por um helicóptero matou um militante do Hamas e outro do Exército da Nação, uma facção local inspirada na Al Qaeda, segundo autoridades palestinas.

A porta-voz israelense disse que houve vários confrontos com palestinos armados.

Bombardeios israelenses mataram dois militantes do Hamas perto de Khan Younis (sul da Faixa de Gaza), deixando também sete feridos.

(Reportagem adicional de Mohammed Assadi em Ramallah, e Avida Landau em Jerusalém)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG