O exército argelino matou neste domingo dez islamitas armados em uma operacão na localidade de Tarek Ibn Ziad, oeste de Argel, anunciou o ministério do Interior.

Várias armas foram apreedidas na operação.

A Argélia viveu de 14 a 20 de agosto uma semana sangrenta, com emboscadas e atentados suicidas reivindicados pela organização "Al-Qaeda no Maghreb Islâmico" (AQMI), que deixaram mais de 70 mortos e dezenas de feridos.

hg/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.