Exército colombiano reconhece sua responsabilidade na morte de 2 indígenas

Bogotá, 20 set (EFE).- O Exército colombiano reconheceu hoje sua responsabilidade pela morte de dois indígenas ocorridas nas últimas horas no sudoeste do país, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

O comandante do Batalhão José María Cabal, general Marco Mayorga, reconheceu que a morte dos indígenas aconteceu por um erro de seus soldados e pediu perdão pelo acontecido na noite da sexta-feira na região de Cumbal, Nariño, a uma hora de Pasto.

"O Grupo Cabal, como institucional militar assume as conseqüências (pelo ocorrido), disse o major Mayorga perante os indígenas.

Depois que o Exército assumiu a responsabilidade, os indígenas libertaram 12 soldados que tinham mantido retidos após a morte de dois guardas da comunidade "Los Gramados". EFE ocm/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG