Exército colombiano mata comandante das Farc

Bogotá - O Exército colombiano matou o líder guerrilheiro das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) conhecido como Gabino, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

O general José Rafael González Villamil disse que "Gabino" e outros dois rebeldes morreram durante um combate na zona rural de Tame, no departamento de Arauca, que faz fronteira com a Venezuela.

Segundo as autoridades colombianas, "Gabino" era "homem de confiança" de Germán Briceño Suárez, conhecido como "Grannobles".

Villamil informou ainda que o guerrilheiro era um dos principais líderes da coluna móvel "Alfonso Castelhanos" das Farc, e que "comandava uma estrutura formada por cerca de 80 homens".

A imprensa colombiana disse que a morte de "Gabino" é o mais duro golpe que o Exército colombiano aplica nas Farc nessa região do país.

Leia mais sobre: Farc

    Leia tudo sobre: farc

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG