Exército colombiano mata 13 rebeldes das Farc

Bogotá, 17 jul (EFE).- Pelo menos 13 guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionários da Colômbia (Farc) morreram nas últimas horas em combates com tropas do Exército colombiano que buscam Mono Jojoy, membro do comando rebelde, em operações no departamento (estado) de Meta.

EFE |

Em meio a intensos combates, as tropas do Exército colombiano teriam chegado a um acampamento que servia de base para Víctor Julio Suárez Rojas, conhecido como "Mono Jojoy", chefe militar do grupo.

De acordo com a edição eletrônica do diário local "El Tiempo", os combates aconteceram entre os municípios de Uribe e Mesetas, no departamento de Meta, centro da Colômbia.

No acampamento alcançado pelo Exército, havia um quarto com uma cama e outros utensílios que davam certa comodidade ao chefe guerrilheiro das Farc, que teria ficado no lugar há até duas semanas, segundo a fonte.

A tropa também encontrou em um celular uma foto em que apareciam Luis Édgar Devia, conhecido como "Raúl Reyes" - morto em território equatoriano em uma operação colombiana em 1º de março de 2008 - e Manuel Marulanda Vélez, principal chefe das Farc, morto no final do mesmo mês. EFE ocm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG