na cola de líderes das Farc - Mundo - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Exército colombiano diz estar na cola de líderes das Farc

Bogotá, 3 jul (EFE).- O comandante do Exército colombiano, general Mario Montoya, afirmou hoje que os militares participam de operações constantes nos antigos redutos das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), em busca da captura dos líderes da guerrilha conhecidos como Alfonso Cano e Mono Jojoy.

EFE |

Na entrevista coletiva em que apresentou os dois rebeldes detidos no resgate da franco-colombiana Ingrid Betancourt e de mais 14 reféns da guerrilha, o oficial disse que as buscas pelos dirigentes das Farc são constantes.

"Posso garantir que, hoje mais do que nunca, as operações do Exército nessas regiões onde (as Farc) delínqüem (...)", nas regiões de Vale, Cauca e Tolima, são constantes e focadas na "captura destes bandidos", declarou Montoya.

"Alfonso Cano", cujo nome verdadeiro é Guillermo Leão Sáenz, assumiu o comando das Farc após a morte de "Manuel Marulanda", histórico chefe dos rebeldes, em 26 de março.

Já "Mono Jojoy", como Jorge Briceño Suárez ficou conhecido, é o líder militar da guerrilha.

"Tenham a certeza de que estamos fazendo (operações) de forma permanente", frisou.

Montoya acrescentou que as Farc sempre quiseram atacar, razão pela qual as Forças Armadas e a Polícia estão preparadas para evitar qualquer retaliação à operação de ontem.

"O Exército, a Marinha, a Força Aérea e a Polícia estão notificados de que estes bandidos podem antecipar atividades terroristas, mas, independente disso, daremos continuidade a nossas operações militares", afirmou. EFE fer/sc

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG