Exército argelino mata três terroristas islâmicos

Argel, 14 jun (EFE).- Três terroristas islâmicos foram mortos pelo Exército argelino nos últimos três dias em operações realizadas no leste da Argélia, informaram as autoridades locais.

EFE |

Um dos terroristas, que era líbio e cuja identidade não foi revelada, morreu junto a outro cúmplice em uma emboscada feita pelo Exército em Oum el H'djar, na província de Khenchela.

Segundo as fontes, a eliminação destes indivíduos, que pertenceriam à organização terrorista Al Qaeda para o Magrebe Islâmico (AQMI), aconteceu após um enfrentamento "muito violento".

Os militares apreenderam dois fuzis kalashnikov e os corpos dos terroristas foram levados para um hospital da cidade de Khenchela.

O terceiro terrorista era argelino e foi identificado como Rezak Hebla Salem (Abu Mokdad) foi morto em circunstâncias parecidas em um bairro popular da região de Ued.

As forças de segurança argelinas acreditam que este indivíduo era o chefe de uma célula da Al Qaeda e, segundo as primeiras informações, pretendia realizar um atentado com explosivos contra o Palácio de Justiça da cidade.

Um soldado foi assassinado ao meio-dia de hoje na província de Tizi Ouzu por dois elementos armados que fizeram uma blitz falsa na estrada, conforme explicaram à Agência Efe habitantes da região.

O militar estava em um caminhão que se dirigia a um acampamento do Exército na zona montanhosa de Aghribs.

O soldado foi assassinado dentro do caminhão e o motorista, um civil, conseguiu fugir. O veículo foi incendiado. EFE sk/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG