Exército argelino mata dez supostos terroristas islâmicos

Argel, 24 ago (EFE) - O Exército argelino matou hoje dez supostos terroristas islâmicos em uma operação realizada na comunidade de Tareq Ibn Ziad, na província de Ain Defla, no oeste do país, informou o Ministério do Interior.

EFE |

Na operação, os militares apreenderam quatro metralhadoras Kalashnikov, quatro fuzis semi-automáticos e um fuzil lança-granadas, indicou a mesma fonte.

Esta operação ocorreu três dias depois que a organização terrorista Al Qaeda no Magrebe Islâmico (AQMI) assumiu, em comunicado, a autoria dos atentados suicidas cometidos esta semana na Argélia, que deixaram dezenas de mortos.

Nesse comunicado, a AQMI ameaçou responder energicamente a qualquer operação das forças de segurança e indicou que os últimos atentados foram cometidos em resposta à morte de 12 militantes pelo Exército argelino em 8 de agosto na província de Tizi-Ouzou.

Desde o começo de agosto, pelo menos 71 pessoas morreram na Argélia em atentados terroristas e mais de 90 ficaram feridas, a maioria delas civis. EFE jg/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG