Exército argelino mata 7 membros da Al Qaeda na região da Cabília

Argel, 3 dez (EFE).- Sete membros da organização terrorista Al Qaeda no Magrebe Islâmico (AQMI) morreram nos dois últimos dias em duas operações realizadas pelo Exército argelino na região da Cabília, disseram hoje fontes da segurança.

EFE |

A primeira operação aconteceu no domingo à noite em Djauna, uma aldeia da província de Boumerdès, na qual os soldados mataram três indivíduos, entre eles um médico da organização.

Durante a ofensiva, os soldados descobriram nessa região montanhosa um hospital clandestino utilizado pelas brigadas da AQMI para tratar os feridos, e dois esconderijos, que foram destruídos.

Além disso, os militares argelinos - em outra operação conjunta com policiais - mataram quatro terroristas na localidade de Freha, na província de Tizi-Ouzou.

Dois dos terroristas foram identificados como Oakeni Mulud e Izruni Mohammed procurados há uma década pelas forças de segurança.

Mohammed era considerado o chefe de uma das brigadas mais ativas da Al Qaeda no Magrebe Islâmico. EFE sk/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG