Argel, 19 mar (EFE).- Cinco terroristas islamitas foram capturados na Cabília pelas forças de segurança argelinas há dois dias na província de Bejaia, na Cabília, disseram hoje fontes de segurança.

Os detidos, de entre 20 e 28 anos, pertenciam a uma brigada dependente da Al Qaeda no Magrebe Islâmico (AQMI) e foram interceptados graças às informações obtidas pelos serviços de segurança.

Os terroristas estavam com armas e vários telefones celulares no momento da captura e um deles guardava uma carta que devia entregar ao chefe da AQMI, Abdelmalek Droukdal.

As fontes não revelaram o conteúdo da carta, mas afirmaram que foi escrita à mão por Abu Zakaria, considerado o chefe dos comandos da AQMI para a província de Jijel, fronteiriça com Bejaia.

Esta operação aconteceu apenas horas depois da que permitiu aos elementos das forças de segurança deter na região de Oum el-Bouaghi, no leste do país, outras dez pessoas consideradas ativistas da Al Qaeda.

As forças da ordem apreenderam naquela ocasião um lote de 20 armas, munição e pólvora.

Os detidos, de entre 23 e 64 anos, constituíam uma rede que fornecia armas e munição às brigadas da AQMI no leste argelino. EFE sk/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.