Bagdá, 3 abr (EFE).- O Exército americano confirmou nesta quinta que o ataque de helicóptero das forças da coalizão internacional no Iraque contra uma casa na província de Basra (sul do país) deixou dois insurgentes mortos.

Fontes da milícia Exército Mehdi informaram anteriormente à Agência Efe que seis civis morreram em decorrência de tiros dados pelas forças internacionais contra a casa de um líder do movimento leal ao clérigo Moqtada al-Sadr na aldeia de Qibla.

Segundo um comunicado do comando militar americano, as forças da coalizão ainda investigam se há vítimas civis do ataque, que aconteceu ontem.

A ofensiva aconteceu depois de as forças da coalizão, que realizavam operações de apoio a tropas iraquianas na província, terem sido alvo de tiros de dois rebeldes que estavam no teto de uma casa, afirmou o comunicado.

Como conseqüência, os soldados pediram o apoio da força aérea, que em seguida lançaram o ataque contra o local no qual estavam os insurgentes.

Por outro lado, testemunhas do episódio disseram à Efe que três civis da mesma família, entre eles uma mulher, morreram no ataque, enquanto outras seis pessoas ficaram feridas. EFE am/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.