Exército americano anuncia morte de mais três soldados no Iraque

O exército dos Estados Unidos anunciou nesta segunda-feira a morte de mais três soldados americanos no Iraque desde domingo, dois deles no leste da capital.

AFP |

Um militar dos Estados Unidos morreu nesta segunda-feira vítima da explosão de uma bomba, enquanto participava de uma patrulha, assinalou um comunicado, sem dar maiores detalhes.

Anteriormente, o exército americano havia anunciado a morte de um soldado no domingo a leste de Bagdá.

Outro soldado perdeu a vida também domingo por ferimentos causados pela explosão de uma bomba acionada contra o veículo em que estava na província de Diyala (nordeste de Bagdá), acrescentou a nota.

Com isso, sobe para 4.021 o número de militares americanos mortos desde o início das operações dos Estados Unidos no Iraque em março de 2003, segundo uma contagem feita pela AFP a partir de dados do site independente icasualties.org.

Ainda em Bagdá, nove pessoas faleceram, nesta segunda-feira, e 35 ficaram feridas durante bombardeios americanos, em represália a disparos de morteiro contra uma das suas bases nesta segunda-feira, segundo fontes de segurança iraquianas.

Diversos tiros de morteiro foram disparados contra a base militar de Rustamiya, próxima do bairro Al-Amin do sudeste da capital, asseguraram fontes do ministério iraquiano do Interior e da Defesa.

Dentre as vítimas, três seriam da mesma família, entre eles uma menina de seis anos.

Dois helicópteros americanos Apache sobrevoavam a área, onde se elevava uma espessa coluna de fumaça.

Desde 25 de março, o exército americano apóia as forças de segurança iraquiana nos combates contra a milícia do líder radical xiita Moqtada Sadr.

Após uma semana de relativa calma, os combates retornara domingo ao bairro xiita de Sadr City.

hba/fb/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG