Exército alemão poderá intervir no país em casos de risco

Berlim, 6 out (EFE).- O Exército alemão poderá realizar intervenções armadas também em território nacional, em situações de extremo risco, conforme um acordo firmado hoje pelo Governo de coalizão formado por conservadores e social-democratas.

EFE |

Para isso, será necessária uma reforma legislativa, pactuada hoje pelo Governo, de modo que o Exército alemão possa assumir funções próprias da Polícia, quando for preciso.

No entanto, o Ministério do Interior alemão deixou claro hoje que a reforma do artigo 35 da Lei Fundamental, que regula a ajuda estatal em caso de catástrofes, não representa dar carta branca ao Bundeswehr (Exército Federal) para missões em território nacional.

Em outras palavras, o Exército pode fazer operações como se intrometer em caso de inundações ou até derrubar um avião tomado por terroristas.

A oposição critica a medida por considerar que representa uma militarização da política interna, enquanto os sindicatos policiais advertiram sobre o perigo de o serviço militar se tornar um corpo policial auxiliar.

Segundo os policiais, a intervenção do Bundeswehr deveria se limitar a ataques aéreos ou marítimos, mas jamais assumir funções estritamente de Polícia. EFE umj/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG