Bamaco, 11 fev (EFE).- O Ministério de Defesa malinês anunciou hoje em comunicado que o Exército destruiu todas as bases no norte do grupo rebelde tuaregue dirigido por Ibrahim Ag Bahanga e que matou 31 insurgentes.

O comunicado enviado à Agência Efe assegura que a operação terminou com a detenção de 22 membros do grupo rebelde e que também foram apreendidos veículos, armas e outro tipo de material.

A nota não oferece dados, no entanto, sobre o paradeiro de Bahanga, que, segundo algumas fontes locais, teria abandonado o território de Mali há dias.

O Exército malinês reforçou significativamente nos últimos meses sua presença no norte do país, especialmente na região de Kidal, para combater os membros do grupo de Bahanga, o principal líder tuaregue que não aceitou os acordos de paz com Bamaco.

Os tuaregue do norte de Mali pegaram em armas em março de 2006 e, em julho do mesmo ano, assinaram em Argel acordos de paz com representantes do Governo de Bamaco que estabeleciam o fim das hostilidades e a integração dos membros da rebelião no Exército regular.

No entanto, desde então, ambas as partes se acusaram mutuamente de descumprir os acordos e reataram os confrontos. EFE id/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.