Executivo da Freddie Mac se suicidou, diz fonte da polícia

Por Deborah Charles RESTON, Estados Unidos (Reuters) - David Kellermann, executivo da gigante e debilitada concessora de empréstimos Freddie Mac, foi encontrado morto nesta quarta-feira em sua casa em Virgínia, após aparentemente ter cometido suicídio, informou a polícia local.

Reuters |

Kellermann, 41, foi indicado ao cargo em setembro do ano passado, após o Departamento do Tesouro ter assumido o controle da companhia e da agência Fannie Mae, enquanto elas enfrentavam prejuízos profundos com a quebra do mercado imobiliário dos Estados Unidos que rapidamente se espalhou para outras instituições financeiras.

Uma fonte da polícia disse que Kellermann foi encontrado pendurado no porão de sua casa em Reston, fora de Washington.

Há 16 anos trabalhando na Freddie Mac, Kellermann desempenhou papel fundamental em ajudar a dirigir a empresa em meio a escândalos contábeis e a responder questionamentos de reguladores e investidores que passaram a fiscalizar de perto a companhia após o fim do boom do mercado imobiliário norte-americano em 2006.

Autoridades policiais não confirmaram o suicídio, mas disseram que a polícia foi chamada na casa da vítima às 5h48 (horário de Brasília).

"Nós não estamos especulando a maneira e a causa da morte. Nós vamos esperar o exame médico para dar essa informação", disse Eddy Azcarate, um assessor da polícia do condado de Fairfax..

(Reportagem adicional de Patrick Rucker em Washington e Walden Siew em Nova York)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG