Ex-ditador etíope Mengistu condenado à morte

O ex-ditador etíope Mengistu Haile Mariam foi condenado nesta segunda-feira à morte por um tribunal de apelação, assim como 18 dirigentes de seu regime.

AFP |

A Suprema Corte etíope aceitou as demandas da acusação, que solicitara a prisão perpétua ou pena de morte para Mengistu e seus colaboradores do Derg.

O ex-ditador, que vive no exílio no Zimbábue desde a queda de seu regime em 1991, admitiu a culpa em 12 de dezembro de 2006 de genocídio, durante a época conhecida como "Terror Vermelho" (1977-78).

No veredicto de 11 de janeiro, depois de um processo de mais de 10 anos, a corte havia considerado "os recursos de súplica" para evitar a condenação à morte.

str-eg/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG