Ex-dirigente do Baath é assassinado no Iraque

Bagdá, 5 mai (EFE).- Um ex-dirigente do antigo partido governante Baath foi assassinado a tiros no Iraque, enquanto dois civis morreram hoje e outros seis ficaram feridos devido à explosão de um foguete Katyusha junto a um posto de gasolina ao sul de Bagdá, informaram fontes de segurança iraquianas.

EFE |

A detonação causou também destruição em alguns estabelecimentos comerciais destinados à venda de peças e acessórios para veículos.

Além disso, um ex-dirigente do antigo e dissolvido partido governante Baath, identificado como Hamed Suleiman, foi encontrado morto a tiros pelas forças de segurança na província de Babel, ao sul de Bagdá.

Suleiman tinha sido seqüestrado na noite deste domingo perto de seu domicílio, situado na área de Al-Hashemiyat, a cerca de 30 quilômetros ao sul de Al-Hilla, capital de Babel.

Centenas de ex-responsáveis e membros do Baath foram assassinados a tiros desde março de 2003, quando uma coalizão multinacional liderada pelos EUA derrubou Saddam Hussein, líder dessa formação política.

ah/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG