Ex-cunhado de Jennifer Hudson será acusado pela morte de filho e 2 parentes

Washington, 1 dez (EFE) - A Polícia de Chicago informou hoje que apresentará acusações contra William Balfour, o ex-cunhado da atriz e cantora Jennifer Hudson, pela morte da mãe, do irmão e do sobrinho de sete anos da estrela.

EFE |

Balfour, de 27 anos, já estava detido no Centro Correcional Stateville, em Illinois, por violação da liberdade condicional, porém agora, diante da suspeita de ligação com o triplo homicídio, a Polícia pediu uma nova ordem de detenção, informou o "Chicago Tribune".

O detido foi levado a Chicago sob custódia policial e, segundo a porta-voz da Polícia da cidade, Monique Bond, está à espera de que se apresentem as acusações formais.

Em 24 de outubro, a Polícia encontrou os corpos do irmão de Hudson, Jason, de 29 anos, e de sua mãe, Darnell Donerson, de 57, assassinados a tiros na casa da família em Chicago.

No mesmo dia, perceberam o desaparecimento do sobrinho de sete anos da atriz, filho de sua irmã Julia, que apareceu morto três dias mais tarde em um veículo da família que tinha sido roubado e abandonado na zona oeste da cidade.

A Polícia deteve então Balfour, que recentemente tinha se separado da irmã da atriz, mas não tinha apresentado uma acusação formal que o ligasse aos assassinatos, e o motivo alegado era a violação da liberdade condicional.

Balfour se encontrava em liberdade condicional desde 2006, após passar sete anos na prisão por tentativa de homicídio e roubo de um veículo.

Jennifer Hudson ficou famosa após participar do programa "American Idol" e começou uma carreira como atriz e cantora que a levou a ganhar um Oscar em 2007 pelo papel em "Dreamgirls - Em Busca de um Sonho". EFE elv/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG