Tamanho do texto

O ex-congressista colombiano Oscar Tulio Lizcano, seqüestrado pela guerrilha das Farc em agosto de 2002, foi finalmente resgatado neste domingo pelo Exército e pela Polícia no noroeste do país, informaram as autoridades e familiares do político.

Lizcano, que de acordo com rebeldes desertores se encontrava gravemente doente, foi liberado em uma zona de floresta do município de San José del Palmar, no departamento de Chocó, indicou o secretário de governo da região vizinha de Caldas, Henry Murillo.

O funcionário disse ter recebido a informação do chefe militar que comandou a operação de resgate.

"Foi na floresta de San José del Palmar. O Exército e a Polícia, em uma operação conjunta de inteligência, conseguiram resgatar o doutor Lizcano e entregá-lo às 8H15 da manhã (13H15 GMT)", disse à rádio Caracol.

Segundo Murillo, o ex-refém, de 63 anos, estava em poder da coluna Aurelio Rodríguez, das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

"Neste momento, os médicos realizam nele exames de rotina, e em seguida vão levá-lo para um lugar seguro, onde será atendido com mais atenção", informou o secretário.

"Ele agradeceu a Deus e às forças públicas e declarou-se satisfeito por voltar a ver sua família", comentou Murillo, citando as informações militares.

A mulher do ex-congressista, Marta de Lizcano, disse ter ficado feliz com o resgate, agradecendo "a Deus, ao país e ao mundo, porque este pesadelo está terminando".

"Espero que Oscar receba cuidados médicos o mais rápido possível e volte a viver, porque foram oito anos de muito sofrimento", afirmou.

"Digo ao mundo que precisamos de um esforço maior, porque hoje Oscar voltou à liberdade, mas ainda restam muitas pessoas na floresta. Temos que salvá-los todos, não pode ficar nenhum colombiano seqüestrado, é inumano", disse Marta de Lizcano.

Oscar Lizcano fazia parte de um grupo de 29 seqüestrados (3 políticos e 26 militares e policiais) que as Farc propõem trocar por 500 rebeldes presos.

axm/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.